Mãe é mãe

Um dos dias que mais prezamos no ano é o dia das Mães. O famoso dia do “Não fez mais que a sua obrigação”, “Você não é todo mundo, põe o casaco!” e outras pérolas que só elas têm o poder de falar. A Luiza Mussnich (@luizamussnich) vai falar sobre curiosidades desse dia tão especial e algumas ideias para passar o dia 12 de maio  Luiza Mussnich (@luizamussnich) .

 

No Brasil, desde 1932, a partir de um decreto assinado por Getúlio Vargas, comemora-se o dia das mães no segundo domingo de maio.

Na Grécia Antiga e durante o Império Romano, já encontramos indícios da celebração maternal. A data, no início do cristianismo, homenageava a Virgem Maria, mãe de Jesus.

Foi no século XVI, na Inglaterra, que surgiu a primeira comemoração similar à dos dias de hoje. Os filhos entregavam presentes às mães e aqueles que moravam longe ganhavam o dia para estarem com suas genitoras. A criação da data nos Estados Unidos foi proposta por Anna Jarvis em 1907, na cidade de Grafton, Filadélfia. Em 1914, o presidente Woodrow Wilson oficializou o Dia das Mães como feriado Nacional.

Curiosidade: Dia das mães ao redor do mundo

Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Dinamarca, EUA, Finlândia, Itália, Japão, Turquia e outros: 2º domingo de maio

África do Sul: 1º domingo de maio

Argentina: 2º domingo de outubro

Espanha e Portugal: 8 de dezembro, dia em que se homenageia a Virgem Maria

França e Suécia: último domingo de maio

Índia: início de outubro

Iugoslávia: 2 semanas antes do Natal

Líbano: 1º dia da primavera

Noruega: 2º domingo de fevereiro

Para proporcionar à sua mãe uma experiência diferente, ficam aqui algumas ideias para o dia 12 de maio:

Exposição do Pixinguinha no Instituto Moreira Salles

Se sua mãe curte uma programação cultural, acaba de inaugurar no IMS uma exposição sobre Pixiguinha, com partituras, gravações, objetos pessoais, instrumentos e retratos do músico. Vale a visita. Especialmente, se ela gostar de música.

Piquenique no Parque Lage

Para fugir dos restaurantes lotados e sair de casa, uma boa ideia é aproveitar para fazer algo prazeroso ao ar livre. Um piquenique no Parque Lage é excelente opção. Atente às regras e providencie a toalha quadriculada. Mais informações em: http://eavparquelage.rj.gov.br/servicos/regras-de-visitacao/.

Aula de surf no Arpoador ou aula de SUP no Posto 9

Por que não aproveitar essa oportunidade para proporcionar uma aventura para sua mãe?

Leve ela para uma aula de surf no Arpoador ou de SUP no Posto 6, em Copacabana. Há várias tendas que oferecem esse serviço nos dois pontos.

Faça sua mãe rir

Além de contagiante, é comprovado que rir faz bem à saúde. Confira a programação teatral para o dia 12 ou aposte numa boa e velha comédia para ver no Net Now, GloboPlay, Apple TV ou Netflix. Mais algumas sugestões de filmes para assistir com ela: Lady Bird, Hannah and her sisters, The parent trap.

Curtir a casa e preparar um almoço para ela

Por que não aproveitar o domingo para curtir a companhia da mãe em casa? Pegue algum álbum antigo para folhear com ela depois arme um almoço especial! Faça ou compre um arranjo de flores (com a favorita da sua mãe, de preferência), ponha uma mesa aconchegante e faça essa receita simples e deliciosa do chef Thomas Troisgros:

Borsh de beterraba assada, maçã fuji, ricotta e pickles no vinagre e mel.

 Beterraba assada;

  • 5 kg beterraba
  • 2kg sal grosso
  • 500ml Kvass (suco de beterraba fermentado)
  • 180g vinagre de maçã

1- Expalhar o sal grosso no tabuleiro

2- Colocar as beterrabas e cobrir com papel aluminio

3- Assar por 2:30h a 180C

4- Depois de assado, descascar ainda quente e cortar grosseiramente (reservar as cascas).

5- Bater no Termomix acrescentando o Kvass e o vinagre de maçã.

6- Passar no Chinoise fino. (reservar a borra)

7- Resfriar a Borsh e reservar.

 Crocante de beterraba

  • Abrir a borra da beterraba assada em um silpat e manter sempre na desidratadora a 55C.
  • Só será retirada na hora do empretamento.

 Carvao de beterraba

  • Colocar as cascas da beterraba assada na desidratadora até secar bem
  • Bater no mix até virar pó
  • Manter sempre na desidratadora.

Kvass de beterraba

  • 1kg beterraba
  • Salmoura 2% ( 2g de sal para 100ml de agua mineral)

1- Cortar as beterrabas em cubos com casca e colocar em pote de vidro

2- Cobrir toda a beterraba  com a salmoura

3- Colocar um peso para que não fique em contato com oxigênio

4- Tampar o pote sem apertar a tampa para facilitar a saída de co2

5- Deixar em temperatura ambiente em media uma semana, ou até o liquido começar a espumar.

6- Depois de fermentado, coar em peneira bem fina, descartar os pedaços de beterraba.

7- Colocar o suco fermentado em garrafas de vidro e deixar decantar durante 2 dias na geladeira.

8- Depois deste processo, o Kvass estará pronto.

 Creme fraiche

  • 1L de leite
  • 200ml de Kefir

1- Misturar o kefir e o leite em um recipiente bem limpo

2- Colocar um filme pvc em contato com a mistura para que não crie película.

3- Manter 4 dias fora da geladeira em ambiente até 21C

4- Depois de fermentado, manter resfriado.

 Yakon fermentado com beterraba.

  • 1 kg yakon com casca cortada em 4 no comprimento dela.
  • 200g de beterraba com casca cortado em rodelas
  • Salmoura 4% ( 4g de sal para 100ml de agua mineral)

1- Colocar as Yakon cortadas em um pote grande de vidro

2- Encher com salmoura até cobrir.

3- Colocar as beterrabas por cima e cobrir com o restante da salmoura.

4- Tampar o pote e certificar que o alimento não esta em contato com o oxigênio

5- Não apertar a tampa, para que facilite a saída de gas carbônico e não estoure o pote

6- A fermentação pode levar de 5 a 7 dias dependendo da temperatura do ambiente.

7- Depois que a fermentação atingir o sabor desejado, manter refrigerado para desacelerar a fermentação.

 Montagem Borsh  ( 10 pax)

  • Borsh de beterraba ( 1,2kg)
  • Creme fraiche ( 150g)
  • Carvão de beterraba ( 10g)
  • Yakon fermentado em brunoise ( 30 cubinhos)
  • Crocante de beterraba ( 20 pedaços)
  • Broto de beterraba( 20 und)
  • Maçã fuji em brunoise ( 30 cubinhos)

1-Acertar o tempero da borsch com sal e pimenta do moinho, despejar no prato branco e fundo

2-Fazer uma quenelle com o creme fraiche e colocar do lado esquerdo do prato

3-  Intercalar yakon fermentado e maça no lado direito ( 3 cubinhos de cada)

  • 4- Dois pequenos pedaços de crocante de beterraba na parte de cima da quenelle em posição vertical
  • 5- Dois brotos de beterraba por cima da maça e do yakon
  • 6- Uma pitada do carvão de beterraba por cima.

 

Deixe um comentário

Share This