Os segredos do Stand up paddle para iniciantes

Criado no Havaí por professores de surfe que utilizavam pranchas e remo para observar e fotografar seus alunos, o stand up paddle ganhou muitos adeptos desde que chegou ao Brasil.

É fácil de entender, já que o esporte tem tudo a ver com nosso clima tropical: pode ser praticado no mar e em águas paradas (como lagos, lagoas e represas), é ótimo para o condicionamento físico e ainda ajuda a ficar com um shape mais sequinho. Ou seja: caiu fácil no gosto dos brasileiros que amam exercícios ao ar livre!

Mas não basta entrar na água com uma prancha e um remo. A prática exige equilíbrio, concentração, postura e um pouco de força também. Por isso, elencamos 5 segredos de stand up paddle para iniciantes, que vão te ajudar a entender melhor como funciona a técnica e o que você pode fazer para começar. Aos poucos, você vai ficar craque! Confira:

Treine seu equilíbrio

Primeiros passos

O segredo do equilíbrio está na postura e na respiração ao subir e permanecer na prancha. Na hora de subir, segure nas bordas, posicionando as mãos um pouco acima da linha dos ombros.

Em seguida, fique de joelhos e permaneça sentado nos calcanhares ou em posição 90 graus até se equilibrar. Depois disso, coloque o remo no meio da prancha, apoie as mãos na linha dos ombros e lentamente levante um joelho e apoie um pé, ainda com as mãos na prancha.

Respiração

Esse é o momento crucial: inspire, expire e se concentre. Levante o outro joelho e tente ficar em pé, retirando as mãos aos poucos, também enquanto respira. Procure olhar sempre para a frente: escolha um ponto na linha do horizonte e mantenha o olhar fixo nele. Olhar para baixo pode atrapalhar seu equilíbrio.

Postura e remada

A posição ideal para se manter em pé na prancha é com os pés paralelos, os dedos dos pés apontados para frente, joelhos flexionados e costas eretas. Quando se sentir seguro, comece a remar. É um movimento quase que natural, que todos podem fazer.

Para facilitar, se o remo estiver do lado esquerdo, posicione sua mão esquerda embaixo, e a mão direita em cima. No caso de o remo ficar do lado direito, é exatamente ao contrário: mão direita em baixo, mão esquerda em cima.

Escolha um local adequado

Como estamos falando de alguém que é iniciante, o ideal é que o local escolhido seja mais calmo, como uma lagoa. Se você optar por começar a prática já no mar, pode ser que demore mais para se adaptar ao balanço das águas e que tenha mais dificuldade para se equilibrar.

Nesse caso, observe onde está a arrebentação e ultrapasse as ondas. Se estiver em uma baía ou em uma praia de mar calmo, melhor.

Use os equipamentos de segurança necessários

Coletes são indispensáveis. No caso do stand up paddle, o ideal é que os modelos sejam próprios para a prática, pois os coletes mais comuns são muito grossos e podem atrapalhar a movimentação do esportista.

Modelos de SUP são mais finos e ajudam o praticante a flutuar o mínimo necessário sem dificultar a prática.

Saiba como cair

Uma coisa é certa: você vai cair da prancha. Por isso, aprenda a cair sem se machucar. Quando perceber que está se desequilibrando demais e que vai despencar da prancha, mergulhe de maneira calma, sem se atirar para evitar escorregar.

Aproveite para descansar um pouco, nade, ria, se divirta. O segredo é fazer desse momento uma prática divertida, sem estresse nem cobranças. Aos poucos, você vai aprender a se manter de pé na prancha, e as quedas começarão a ser cada vez mais raras.

Se estiver muito difícil de se equilibrar, não desista. Fique de joelhos na prancha e reme nessa posição mesmo. Aproveite a paisagem e curta o momento. Quando se sentir seguro, tente ficar em pé novamente.

Não pratique sozinho

Se você é iniciante, evite praticar sozinho. É uma questão de segurança. Tenha sempre alguém ao seu lado, acompanhando-o caso você precise de ajuda.

Em algumas praias do Brasil, é comum a existência de escolas de stand up paddle. Orientação profissional é uma boa alternativa para quem está começando. Nesse caso, o professor deve estar sempre atento para evitar qualquer acidente.

Confira outras dicas de stand up paddle para iniciantes

  • Não economize no filtro solar: passe bastante protetor nas áreas mais sensíveis e que ficam mais expostas durante a prática, como ombros, braços, rosto e peito;
  • leve óculos de sol, se considerar necessário; use cordinhas para evitar perdê-los no mar;
  • respeite os outros praticantes: em dias que o mar está cheio, cuide para não entrar na rota ou no espaço de ninguém que também esteja em cima da prancha;
  • no início, invista em uma prancha de SUP própria para iniciantes, se o seu objetivo for comprar uma. Em geral, elas são mais espessas e largas, o que facilita a remada e o equilíbrio de quem ainda não tem muita prática;
  • pratique em dias sem vento: ele pode atrapalhar um pouco a movimentação, principalmente para quem está começando;
  • lembre-se de que o corpo funciona como uma “vela”: você pode ser empurrado a direções contrárias ou sentir dificuldade para remar. Fique sempre atento;
  • decida seu objetivo: a prancha de stand up paddle pode ser utilizada para muitas finalidades. Algumas pessoas praticam SUP ioga, outras gostam de surfar e pegar ondas com o remo, e outras fazem passeios de remadas mais longas. Em alguns casos, o modelo da prancha pode mudar conforme a finalidade.

Com essas dicas de stand up paddle para iniciantes, fica mais fácil de entender como o esporte funciona e como se preparar. Lembrando que todo mundo pode praticar, tendo experiência ou não: homens, mulheres e crianças.

Coloque os equipamentos de segurança, treine o equilíbrio, peça ajuda profissional e não desista. Quando cair na água, leve na esportiva. O segredo é se divertir!

Curtiu nossas dicas? Você também conhece alguma boa sugestão para quem quer começar a praticar stand up paddle? Conte para a gente nos comentários!

Tags:
Deixe um comentário

Share This