O que é mindfulness? Aprenda a prestar atenção de verdade

mindfulness

Você já reparou na quantidade de estímulos que nossa mente recebe todos os dias? Somos bombardeados por centenas de informações e executamos nossas tarefas quase sempre no piloto automático. O resultado disso é um cansaço mental e emocional. Mas existem maneiras de driblar esse estado de não atenção, em que não colocamos nosso foco em quase nada.

Neste post, vamos explicar o que é mindfulness e por que essa prática pode ajudá-lo a ter equilíbrio e mais qualidade de vida. Continue a leitura para saber mais:

Afinal, o que é mindfulness?

Mindfulness pode ser traduzido como a expressão “atenção plena”. É uma prática em que você passa a tomar mais consciência:

  • do momento presente;
  • dos seus pensamentos;
  • dos seus sentimentos;
  • e das suas reações.

Todos podem praticar a atenção plena no dia a dia, pois ela é um estado da mente. Essa qualidade de consciência desperta é a base de toda vida criativa.

Mindfulness e meditação são a mesma coisa?

Não. A meditação é uma das maneiras de alcançar a atenção plena, isto é, de vivenciar o mindfulness. Meditação é um treinamento para a mente, que pode levar a uma melhor regulação emocional e mental.

Vale lembrar, também, que meditar não significa “ter controle sobre a mente”. É, na realidade, a habilidade de tomar consciência do trabalho da mente, sem críticas nem julgamentos.

Quais são os benefícios do mindfulness?

Uma atitude mindfulness permite que você permaneça mais consciente sobre as suas emoções e as suas reações às circunstâncias ao redor.

Isso oferece a possibilidade de analisar serenamente, sem crítica nem julgamentos, as suas experiências de vida no momento em que elas acontecem, sejam elas internas (como pensamentos, memórias, sentimentos e sensações do corpo) ou externas (como as pessoas e sua relação com elas, a natureza, e situações em geral).

Com isso, mindfulness é capaz de reduzir o estresse. Um artigo publicado pela revista de saúde da escola de Medicina de Harvard cita pesquisas em que foram apontadas os benefícios do mindfulness na redução do estresse mental e da ansiedade.

Outro estudo, publicado pela Associação Americana de Psicologia traz mais algumas das vantagens da prática para a vida diária, além de também citar a redução do estresse. Veja mais alguns dos benefícios:

  • diminui o estado de “ficar remoendo” algo. Como a sua mente está focada no presente, os problemas do passado não ganham tanta atenção;
  • ajuda a trabalhar a memória;
  • melhora o foco da mente;
  • reduz as reações emocionais e impulsivas;
  • melhora a satisfação nos relacionamentos (sejam eles pessoais ou profissionais);
  • auxilia na flexibilidade cognitiva: pessoas que praticam mindfulness desenvolvem a habilidade de se auto-observar, o que, neurologicamente, desengaja os mecanismos automáticos de aprendizado e torna a pessoa mais flexível e aberta para aprender o que está acontecendo no momento presente;
  • melhora a capacidade de ter insights criativos e de ouvir a intuição.

Como posso praticar a atenção plena?

A prática de mindfulness é um treino pessoal que pode ser aprendido por qualquer pessoa, em qualquer situação. Confira abaixo algumas maneiras de começar a praticar:

Preste atenção na sua respiração e no seu corpo

A respiração e o corpo são âncoras que estão sempre presentes e disponíveis para a sua mente. Comece a trazer a sua atenção de volta para o seu corpo e para a sua respiração várias vezes durante o dia.

Você consegue acessar essas âncoras facilmente e naturalmente, não importa onde esteja. Ao observar as sensações do seu corpo, lembre-se de não julgá-las. Apenas observe e seja gentil com elas.

Medite

A meditação é, com frequência, associada às grandes tradições espirituais, como o budismo. Isso não significa que você não possa prática-la. Ela pode ser feita por qualquer pessoa, independentemente das suas crenças religiosas ou do seu estado de saúde físico.

Para começar, atente-se para algumas orientações importantes:

  • local: de preferência, encontre um local silencioso e com pouca ou nenhuma distração;
  • tempo: reserve um espaço na sua agenda diária para a prática. Podem ser 5 minutos. Se achar que vai ficar preocupado em olhar o relógio durante a prática, use um despertador;
  • roupas: use roupas confortáveis e adequadas à temperatura do local da prática;
  • posição: você deve estar sentado ou deitado em uma posição que o deixe totalmente confortável;
  • olhos: podem estar abertos ou fechados. No começo da prática, muitas pessoas preferem deixá-los fechados, pois ajuda a evitar distrações; se deixá-los abertos, mantenha-os relaxados, com o olhar levemente para baixo, sem focar em nada.

Entre em contato com a natureza

A natureza é um agente poderoso de atenção plena. Quando estiver ao ar livre, busque observar com atenção o que acontece ao seu redor.

Se estiver na praia, sinta a textura da areia, a quentura do sol e a temperatura da água do mar. Quando estiver em um parque, pise na grama e observe as plantas e os insetos.

Coma apreciando os alimentos

Quem vive uma rotina agitada sabe que, muitas vezes, as refeições são feitas às pressas, entre uma atividade e outra.

Na próxima vez em que estiver se alimentando, pare e preste atenção a cada alimento do seu prato. Olhe para eles, veja as suas cores e sinta os seus aromas. Ao colocar na boca, perceba o sabor de cada ingrediente.

Busque locais onde você possa aprender a meditar

Se você achar que precisa de orientação para começar a prática da meditação, pode procurar centros especializados. No Brasil, um dos mais conhecidos é a ONG Arte de Viver, com unidades em diversos municípios, e você pode inclusive fazer aulas introdutórias gratuitas.

Quais são os melhores locais para praticar mindfulness?

O importante é que você escolha um local onde se sinta confortável e onde possa praticar mindfulness sem ser incomodado. Se preferir, espaços ao ar livre também são ótimos, especialmente para entrar em contato com a natureza.

Uma trilha, uma cachoeira ou um espaço mais silencioso de um parque são boas opções outdoor para a prática.

Agora que você já sabe o que é mindfulness, procure um local silencioso e ao ar livre para iniciar a prática. Pode ser um parque, um jardim ou uma área verde do pátio da sua casa. O importante é estar em uma posição confortável e em silêncio.

Aos poucos, você conseguirá integrar a prática às suas atividades diárias, e o estado de atenção plena fará parte da sua rotina, trazendo mais qualidade de vida.

Você gostou deste conteúdo? Então compartilhe-o com os seus amigos nas redes sociais para que eles também conheçam os benefícios do mindfulness!

Blog Comments

A prática da meditação seria boa para a melhoria da atividade outdoor, como Trail run ou mountainbike?

Olá Paulo

A prática da meditação ajuda em todos os sentidos da vida, tanto no esporte quanto no trabalho, ela deixa você mais focado nas tarefas do dia a dia e nos seus objetivos.
Te da mais vitalidade e energia, portanto ajuda sim nos esportes radicais e em todos os sentidos da vida.

abs!

Deixe um comentário

Share This